Divulgação

Anunciada há pouco mais de um mês, a nova nota de R$ 200 começa hoje a fazer parte da rotina dos brasileiros. Na tarde desta quarta-feira (2/9), o Banco Central enfim apresentou a cédula, e já a colocou em circulação.

O BC calcula gastar R$ 113,4 milhões para a impressão de 450 milhões de cédulas de R$ 200 (no valor total de R$ 90 bilhões) e de 170 milhões de cédulas de R$ 100.

A decisão

De acordo com a área econômica, a crise do novo coronavírus foi um dos motivos para o aumento da procura de cédulas. A pandemia levou as pessoas a “entesourarem” recursos em casa, ou seja, manter reserva em cédulas.

Outro motivo apontado é a necessidade de fazer frente ao pagamento do auxílio emergencial. Boa parte dos beneficiários, sobretudo os de menor renda, tem preferido sacar o benefício em espécie.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui