Divulgação

Estudantes que tentam uma vaga em universidades públicas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) reclamam daquilo que consideram ser um novo erro no sistema: desta vez, alegam que o site não considerou a inscrição na lista de espera no caso dos que escolheram apenas uma opção de curso.

A atual edição do Sisu foi marcada por reclamações e questionamentos judiciais. O próprio resultado do Sisu 2020 só foi liberado após o STJ atender um recurso do MEC em ação que questionava a conduta do governo federal na resolução de erros na correção do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Em outro questionamento, o Ministério Público Federal (MPF) de Brasília solicitou esclarecimentos sobre cursos que tiveram um número inferior de vagas destinadas ao percentual da população com deficiência.

Para agrupar as reclamações e cobrar posicionamento dos organizadores, os estudantes estão reunindo postagens no Twitter com a hashtag #erronalistadeespera. Os estudantes estão indicando que os candidatos entrem no site, na versão desktop, e gerem o PDF que comprova a manifestação de interesse na lista de espera.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui