Divulgação

O Ministério das Relações Exteriores fretou um voo para a repatriação de cerca de 330 cidadãos brasileiros que estão no exterior e se viram impedidos de retornar ao país em decorrência do novo coronavírus. O avião sai de Londres, na Inglaterra, com destino a Guarulhos (SP), parando em outras cidades do Reino Unido e em Paris, na França, onde recolherá cidadãos que estavam na França, na Bélgica e na Suíça.

Os brasileiros a serem resgatados se dividem em dois grandes grupos. O primeiro é formado por turistas que tiveram seus voos de volta ao país cancelados em meio à pandemia.

O segundo grupo reúne brasileiros que já viviam no exterior, porém perderam emprego e moradia após a disseminação da doença. O Itamaraty criou um grupo especial para fazer o mapeamento de cidadãos em situação de vulnerabilidade, além de dialogar com outros países para solicitar eventuais aberturas de espaço aéreo e assim, realizar o transporte dessas pessoas.

“Existe uma política de repatriação de brasileiros em condição de necessidade. São pessoas que se veem em dificuldades financeiras, sem possibilidade de retornar”, disse um porta-voz do Consulado-Geral do Brasil. Outros voos de Estado – como são chamados – já buscaram cidadãos em países como Peru, Equador, Índia e Marrocos.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui