Aluna de uma escola municipal de Guaraí, a Débora Sousa Aguiar Bruno, 6 anos, completa mais de 60 dias em casa, vendo a professora e amigos apenas pelos vídeos enviados pelo whatsapp, uma iniciativa dos educadores e pais para manter o vínculo escolar entre professores e alunos. Todo dia ela pergunta à mãe quando vai poder ir à escola e brincar com seus amigos.

“Minha filha está com saudade da escola. Ela pergunta se já pode ir estudar, pois fica sozinha em casa e também sente saudades dos coleguinhas. As crianças, mesmo que ensinamos em casa, o vínculo com os professores é essencial”, disse a mãe da menina, Fernanda Francisca da Silva Sousa.

Com aproximadamente três meses sem aulas, a Secretaria Municipal da Educação de Guaraí está preparando as famílias para as adaptações que serão feitas para volta das atividades pedagógicas. A retomada das aulas está previsto para início no próximo mês, no dia 1º de julho. O plano pedagógico é em formato não presencial e visa amplamente apoio às famílias sem acesso à internet.

De acordo com o secretário municipal da Educação. Sebastião Mendes, os educadores já estão realizando um levantamento de tudo o que foi trabalhado no mês de fevereiro e março para revisão do que foi ministrado pelos professores. “Estamos pensando, planejando e decidindo em conjunto com os profissionais da educação. Vamos garantir que nossos alunos não sejam tão prejudicados pedagogicamente e, ao mesmo tempo, garantindo segurança à saúde das crianças em relação as aulas presenciais”, explicou o gestor.

Alunos da zona rural
O plano de retomada das aulas não presenciais foi pensado criteriosamente para os alunos da zona rural. Os veículos da Secretaria da Educação estarão levando até as casas dos alunos, das escolas rurais, as atividades pedagógicas.

Para os alunos das escolas urbanas, caso não possuam acesso à internet, as escolas vão disponibilizar um calendário para os pais buscarem as atividades nas unidades educacionais.

No geral, as escolas estarão disponibilizando atividades impressas para todos os alunos da Rede Municipal da Educação.

Salas de apoio virtual
Na zona rural, o material de apoio estará disponibilizado em uma plataforma digital. As famílias que não possuem acesso à internet, a escola disponibilizará computadores, em uma sala da unidade educacional, e os pais contarão com o apoio dos tutores. Tudo será realizado com agendamento prévio e medidas de segurança para higienização da sala de acesso à internet.

Grupos de whatsapp para cada turma de alunos
Os pais poderão entrar em contato com os professores, colocar suas dúvidas e os educadores produzirão vídeos explicativos para publicação nos grupos de pais.

“É algo novo, estamos todos reaprendendo o passo a passo da educação nesse período de pandemia. A criança precisa fazer parte desse processo e sentir a presença da escola”, ressalta o secretário da Educação.

Formação para os professores
Uma formação em práticas de ensino não presenciais, para os professores da rede municipal da educação de Guaraí foi iniciada na última semana. A iniciativa visa apoio ao projeto de retomada das aulas e oferta do ensino e aprendizagem via recursos de mídia.

A formação online em tecnologias para educação segue até o dia 19 de junho. “Estão sendo ministradas domínio de ferramentas necessárias para aulas digitais. Após essa capacitação, os educadores estarão preparados para colocar em prática o nosso plano de retomada das aulas não presenciais”, explicou Sebastião Mendes.

Pesquisa
No último mês, a Secretaria Municipal da Educação de Guaraí lançou uma pesquisa sobre o acesso à internet e uso de tecnologias pelos pais dos alunos e professores em suas residências. O levantamento serviu para embasamento das estratégias pedagógicas a serem adotadas para retorno das aulas. O resultado da pesquisa já está disponível nos links abaixo.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui