Divulgação

Em Araguaína, cerca de 600 estabelecimentos comerciais foram notificados, desde o início da pandemia de coronavírus por descumprirem medidas de segurança decretadas pela prefeitura. Cinco lugares foram interditados após serem reincidentes por descumprimento das regras.

Segundo a Prefeitura, no último fim de semana, alguns restaurantes foram interditados após a fiscalização constatar que estavam funcionando fora do horário limite permitido. Nos locais também foram encontrados funcionários sem máscaras e quantidade de clientes acima do permitido.

“Esses estabelecimentos já haviam recebido a visita dos fiscais e foram notificados para poder se regularizarem. Como o problema era reincidente, eles tiveram que ser interditados, pois estavam oferecendo risco de contaminação aos funcionários e aos clientes que frequentam o local”, explicou o diretor do Departamento de Postura e Edificações, Nicasio Mourão.

As 600 notificações foram feitas desde o mês de março, em bares e restaurantes da cidade. Segundo o município, 11 equipes de fiscais realizam vistorias diárias no centro comercial e nas academias que estão funcionando com restrições.

Segundo o município, para voltar a funcionar os estabelecimentos interditados terão que assinar um termo de ajuste de conduta, mas poderão responder por crime contra a saúde pública.

Além do uso obrigatório de máscaras, o município decidiu restringir o horário de funcionamento dos bares e restaurantes. De domingo a quinta, bares e restaurantes podem funcionar até 22h. Nas sextas e sábados, os proprietários precisam fechar às 23h.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui