Divulgação

O comércio de Araguaína, na região norte do Tocantins, é fiscalizado nesta quarta-feira (10), três dias após a reabertura ser autorizada pela Prefeitura. A ação é realizada por equipes do governo estadual para saber se os lojistas estão cumprindo regras que podem evitar a disseminação do novo coronavírus.

Araguaína é a cidade do estado com mais casos da doença. São 2.573 diagnósticos além de 29 mortes.

Desde o início da semana são registradas aglomerações no centro da cidade. O diretor do Procon de Araguaína, Manoel Messias, que participou da ação, diz que todos os estabelecimentos da cidade serão visitados. A fiscalização teve início nos bairros mais afastados e continuou na região central. “Tem que fazer isso no estado inteiro, mas em Araguaína principalmente. Porque aqui nós temos o maior índice de contaminação”, disse.

Além de serem orientados, os comerciantes recebem exemplares do Código de Defesa do Consumidor. Entre as regras impostas para a liberação do comércio na cidade está o controle de pessoas dentro das lojas e a disponibilização de álcool 70% para clientes e funcionários.

Araguaína é a cidade do estado com mais casos da doença. São 2.573 diagnósticos além de 29 mortes.

Desde o início da semana são registradas aglomerações no centro da cidade. O diretor do Procon de Araguaína, Manoel Messias, que participou da ação, diz que todos os estabelecimentos da cidade serão visitados. A fiscalização teve início nos bairros mais afastados e continuou na região central. “Tem que fazer isso no estado inteiro, mas em Araguaína principalmente. Porque aqui nós temos o maior índice de contaminação”, disse.

Além de serem orientados, os comerciantes recebem exemplares do Código de Defesa do Consumidor. Entre as regras impostas para a liberação do comércio na cidade está o controle de pessoas dentro das lojas e a disponibilização de álcool 70% para clientes e funcionários.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui