Divulgação

Artistas, espaços, grupos, instituições ou coletivos culturais podem se cadastrar junto à Secretaria de Cultura e Turismo de Gurupi, para receber o auxílio emergencial previsto pela Lei Aldir Blanc. A norma garante o repasse mensal de R$ 600, pagos em três parcelas, aos trabalhadores da cultura.

Para os espaços culturais cadastrados, o subsídio pode ser de R$ 3 mil a R$ 10 mil, com contrapartida social obrigatória, que deverá ser cumprida pelo espaço, território ou movimento cultural.

O repasse é realizado por causa dos reflexos da pandemia do novo coronavírus. Muitos profissionais e organizações culturais perderam renda em razão da crise que afeta o mundo inteiro.

Em Gurupi, o cadastro está disponível para inscrições e envio de documentos comprobatórios até 15 de agosto, às 23h50, quando será encerrado automaticamente.

Para envio de dados, os profissionais e o responsável legal do espaço cultural podem acessar os links na página da Prefeitura de Gurupi e preencher o formulário com os respectivos dados. (Veja os links abaixo)

“São dados como documentos pessoais, comprovantes de endereço atualizados, além de comprovação dos trabalhos artísticos do inscrito. É importante que se informem quanto as exigências da Lei Aldir Blanc, para que realizem o cadastro corretamente”, disse a secretária municipal de cultura, Zenaide Dias.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui