Divulgação

A Prefeitura de Pau D’arco, no norte do Tocantins, decidiu tomar algumas medidas para prevenir a chegada em massa de turistas que procuram o município para visitar ou acampar na praia da Fofoca neste período do ano. Os acessos a praia serão interditados e apenas moradores da área, com os carros identificados por adesivos, poderão entrar no local. Os acampamentos foram proibidos para quem não é residente da cidade.

Também há restrições para a circulação de barcos, lanchas e motos aquáticas. As embarcações para fins de lazer e turismo estão temporariamente banidas e apenas pescadores ou produtores rurais locais que precisarem transportar mercadorias pelo rio. Nas entradas da cidade haverá barreiras sanitárias que vão fiscalizar veículos que estejam rebocando embarcações do tipo.

Os adesivos para identificar os carros de moradores que poderão circular pelas áreas interditadas serão produzidos e distribuídos pela Secretaria Municipal de Saúde. Também foi suspensa a permissão para que vendedores ambulantes circulem na cidade. A temporada de praias de água doce está cancelada no município, como em praticamente todas as cidades do Tocantins.

Quem for flagrado descumprindo alguma das medidas pode pagar multa de R$ 500 em casos de empresas e de R$ 50 no caso dos cidadãos. A medida foi assinada pelo prefeito João Batista Neto e pelo secretário de saúde, Jurandir Fidelis e está em vigor.

Pelo Boletim Epidemiológico mais atualizado, Pau D’arco não registra casos confirmados do novo coronavírus. Uma das principais preocupações que levou ao decreto com as restrições são os possíveis riscos que poderiam ser causado com o fluxo de turistas vindo de Araguaína, a cidade mais afetada pela pandemia no estado, com 2.512 casos e 26 mortes. As cidades estão a apenas 132 quilômetros de distância uma da outra.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui