Divulgação

Vários moradores de Araguaína foram vistos passeando em pontos turísticos da cidade mesmo com a recomendação do isolamento social para evitar a disseminação do novo coronavírus. A cidade já tem um caso confirmado da doença. Mesmo assim um decreto da prefeitura permitiu que várias empresas voltassem a funcionar.

A movimentação na Via Lago ainda não voltou ao normal, mas muitas pessoas foram ao local para praticar exercícios sem respeitar um limite de distância. O lugar é um dos principais pontos de lazer da cidade e costuma receber centenas de pessoas diariamente.

Francisco Macedo tem 65 anos e faz parte do grupo de risco da Covid-19, mas mesmo assim decidiu sair de casa e conta que não se arrependeu. “Neste momento a gente começa a valorizar o preço da liberdade. Muitos dias confinado, não suportei mais e chamei minha mulher. Estou me sentindo aliviado. Coração liberto, vendo as pessoas, vendo mato”, disse.

Mesmo sabendo do perigo o vigilante Stênio Ribeiro decidiu caminhar no espaço, “A gente não está aguentando mais ficar em casa, então eu saí para fazer uma caminhada que faz bem. É recomendado ficar em casa, aquelas regrinhas, mas a gente não resiste”, disse.

Paschoal Cruz levou o filho para brincar fora de casa e acredita que não é mais necessario ficar isolado. “Eu me cuidei por causa da minha família, mas sempre pratiquei meu esporte. Sou corredor de rua e todos os dias venho aqui. Acho que chega de quarentena”, reclamou.

O parque Cimba foi fechado por tempo indeterminado. Araguaína foi a segunda cidade do Tocantins a confirmar caso de coronavírus. A paciente tem 26 anos e esteve no litoral do país, além de passar por aeroportos de grande fluxo em São Paulo e Brasília. Conforme o boletim divulgado pela prefeitura, a paciente está bem clinicamente e em isolamento domiciliar com sintomas leves.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui