Divulgação

Apesar do aumento do etanol em 19 estados e no Distrito Federal, no Tocantins e outros cinco estados houve redução. De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a maior redução do preço foi no Tocantins, de quase 6%.

Para muitos motoristas, na hora de abastecer o álcool é sempre a primeira opção, isso por causa do preço. “O valor é mais em conta do que a gasolina”, afirma o administrador Emerson Carvalho.

Conforme o Procon Tocantins, no último dia 15 deste mês, o maior preço do etanol no estado foi registrado em R$ 3,99. Já o menor valor foi de R$ 2,76. No dia 22, o mais caro estava em R$ 3,59. O valor menor neste mesmo período continuou de R$ 2,76.

Segundo o presidente do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Estado do Tocantins (Sindiposto-TO), Wilber Silvano, a redução foi do preço mais alto e não do mais baixo.

“Até porque nós estamos entrando na entressafra desse produto. A tendência é que até venha a subir. Óbvio que com a concorrência, houve uma redução desse preço mais alto. A gente sabe que os postos trabalham com margem muito apertada. A pesquisa mostra um aumento em vários outros estados. Pode ser a diferença entre o maior e o menor, que estamos tendo aqui no Tocantins. Aí tem a impressão que está tendo uma redução do etanol, o que não é verdade. A gente está entrando em um processo de entressafra e o preço tende a subir naturalmente”, explica Silvano.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui