Divulgação

Pessoas físicas e jurídicas que estiverem com dívidas em aberto, tem até o dia 31 de março para regularizar sua situação no Feirão Serasa Limpa Nome. A iniciativa, que começou na última segunda-feira (09/03), é válida para todo o país e vai oferecer descontos de até 98% para quem participar do programa.

Segundo informações da Serasa, o Brasil tem 63,3 milhões de inadimplentes, conforme foi registrado pela empresa em dezembro de 2019. Desse total de endividados, 37% é composto por pessoas com idade entre 26 e 40 anos, sendo que 45% dos inadimplentes estão concentrados na Região Sudeste.

Quando somada, a dívida total desse grupo alcança a casa dos R$ 256 bilhões. E o cartão de crédito continua sendo o maior vilão: 27,8% dos inadimplentes estão com o nome sujo justamente devido ao meio de pagamento.

Está com dívidas em aberto, mas não sabe como participar do Feirão Limpa Nome? Veja, logo abaixo, como funciona e quais empresas participam do programa.

Como funciona o Feirão Limpa Nome da Serasa?
O evento permite ao consumidor que tem dívidas em aberto renegociar os valores com melhores condições de pagamento. As empresas presentes no feirão, abatem juros e multas decorrentes do atraso no prazo de vencimento da fatura, permitindo ao inadimplente quitar a dívida com um valor quase igual ao da época em que ela foi contraída.

As dívidas são rastreadas pela Serasa por meio do número de CPF, então não é preciso se preocupar em juntar documentos ou boletos antigos. Vale acrescentar que o Feirão Limpa Nome começou no dia 9 de março e vai até o dia 31 de março.

Quais condições o Feirão Limpa Nome da Serasa oferece aos consumidores?
No feirão, as formas de pagamento não são definidas pela Serasa, logo, não há um modelo padrão: a empresa participante fica livre para oferecer ao consumidor a condição que julgar mais adequada. No entanto, boa parte das empresas que participam do evento costumam oferecer opções diferenciadas de parcelamento e desconto – que neste ano, pode chegar em até 98% sobre o valor dos juros e multas da dívida.

Tenho que comparacer presencialmente a um posto do Serasa para participar?
Para quem quiser evitar filas, as renegociações podem ser feitas também pelo site do programa ou no aplicativo disponível para Android e iOS, com as mesmas condições que estão sendo oferecidas nos postos da Serasa. No entanto, quem preferir o atendimento presencial, pode consultar os endereços dos escritórios da empresa na internet. Vale lembrar que nesse caso, é preciso levar um documento de identidade com foto e o número do CPF.

Quais empresas participam do Feirão Limpa Nome da Serasa?
Ao todo, mais de 40 empresas estão participando do programa, entre elas, estão instituições financeiras, empresas de telefonia e recuperação de crédito, além de universidades. Banco do Brasil, Itaú, Santander, Claro, Net, Embratel, Avon, Sky, Oi, Faculdade Anhanguera, Nextel, BMG, Hipercard, Tenda, Crefisa e Porto Seguro, são algumas das empresas que estão participando desta edição do evento.

Pessoas jurídicas podem participar do Feirão Limpa Nome?
Pela primeira vez, o Feirão Limpa Nome estendeu a participação do evento também para microempreendedores ou microempresários, os famosos MEI. O processo de renegociação de dívidas para esse grupo também não é diferente: para identificar se há débitos pendentes, basta apenas informar o número do CPF. Por meio do número e nome da pessoa física, a Serasa vai conseguir rastrear se há débitos em aberto no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), registrados em mesmo nome.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui