Divulgação

Agentes de Trânsito e Transporte da Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu) realizaram, nesta segunda-feira, 23, uma fiscalização na frota de ônibus do transporte coletivo urbano da Capital. A ação teve o objetivo de verificar se as empresas estão cumprindo decreto municipal que dispõe sobre medidas de enfrentamento da pandemia provocada pelo coronavírus (Covid-19).

Pela manhã, os agentes percorreram as estações Apinajé, Javaé, Xerente e Krahô, onde foi verificado o número de passageiros que estavam sendo transportados sentados. De acordo com o decreto, está proibida a prestação de serviço que exceda a metade da capacidade de usuários sentados, ou seja, é permitido apenas o transporte de 20 passageiros sentados, uma vez que a maioria dos coletivos de Palmas comporta 40 passageiros sentados.

De acordo com o diretor de Gestão e Transporte, Diogo Souza, a maioria dos ônibus estão circulando abaixo da capacidade permitida. “As empresas estão operando abaixo da capacidade permitida, temos uma redução de aproximadamente 25% da frota e de horários, devido à diminuição de passageiros”, disse, acrescentando que a população tem buscado ficar em casa para se proteger.

Limpeza interna

Nesta manhã, também foi constatado que vários colaboradores das empresas do Transporte Público da Capital realizaram a limpeza interna dos ônibus, higienizando principalmente corrimãos, no início e ao final das viagens.

Mototáxi

Outra medida adotada pela Prefeitura de Palmas para conter o Coronavírus na Capital é a suspensão dos serviços de mototáxi.

Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui