Divulgação

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni (DEM), informou que o governo federal já recuperou R$ 72 milhões de devolução de auxílio emergencial que havia sido pago indevidamente. O valor foi recebido de mais de 79 mil pessoas que não cumpriam aos requisitos e mesmo assim receberam os R$ 600. A devolução pode ser feita no site do Ministério da Cidadania.

Lorenzoni afirma que os R$ 72 milhões devolvidos voltaram para os cofres públicos, “para quem de fato precisa”. Ainda de acordo com o ministro, do total de 1,5 milhão de brasileiros que fizeram a contestação após receberem resposta negativa no cadastro, 378 mil estão aptas e irão receber o benefício pelo aplicativo Caixa Tem.

Além de dar os números de quantas contestações foram recebidas e quantas foram aceitas, Lorenzoni relembrou que o prazo para contestar o resultado do cadastro continua aberto. O cadastro não é mais permitido, já que o prazo se encerrou dia 2 de julho. Mas a contestação e pedido de reanálise após corrigir informações ainda é permitido.

O ministro falou também sobre o problema do pagamento do auxílio desemprego. De acordo com ele 390 mil brasileiros foram prejudicados com a interrupção e seus nomes serão enviados à Caixa. Os seus dados serão enviados pelo INSS e passarão pelo Ministério da Economia para serem encaminhados para a Dataprev. Todo esse trajeto deve demorar cerca de 30 dias.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui