Divulgação

O governo federal autorizou o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a pagar antecipações do benefício por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença) e do Benefício de Prestação Continuada (BPC) até novembro.

Em abril, o governo federal havia concedido a antecipação por três meses desses benefícios em meio à crise causada pela pandemia do novo coronavírus. Agora, a medida foi prorrogada mais uma vez e valerá até 30 de novembro.

A alteração foi publicada nesta quinta-feira (29/10) no Diário Oficial da União (DOU). O decreto é assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e pelos ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Cidadania, Onyx Lorenzoni.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui