Divulgação

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou na manhã esta segunda-feira (20) que deram negativo os testes de coronavírus realizados em uma mulher de 31 anos e no bebê recém-nascido dela. Os dois foram colocados em isolamento no Hospital Dona Regina porque a mãe apresentou sintomas semelhantes a Covid-19 depois do parto.

A mulher de Pedro Afonso e apresentou sintomas de febre, dor de garganta e falta de ar no momento em que estava internada na maternidade.

Neste domingo (19), servidores, que preferiram não se identificar, disseram que a maternidade não tem estrutura para receber pacientes em estado grave e por isso a mulher teria ficado em um espaço improvisado. Também houve reclamação sobre falta de capacitação.

Sobre as reclamações dos servidores a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que o Hospital e Maternidade Dona Regina não é referência para casos moderados e graves. Caso haja uma paciente sintomática, nestas condições, a mesma e seu recém-nascido serão encaminhados ao Hospital Geral de Palmas, estando esta segunda unidade preparada para condução e parto, caso seja necessário. (Veja nota completa)

A secretaria afirmou ainda que toda equipe multiprofissional da maternidade está recebendo máscaras de proteção e sendo constantemente capacitada e atualizada quanto ao fluxo de pacientes suspeitos e diagnóstico, além do uso e descarte corretos de EPIs.

Covid-19
Na manhã desta segunda-feira (20) foi confirmada a segunda morte de um paciente do Tocantins por Covid-19. O paciente é um empresário de 68 que estava internado em Goiânia.

De acordo com o último boletim divulgado pelo estado, o estado tem 34 casos de coronavírus confirmados, com duas mortes. São 24 em Palmas, cinco em Araguaína; as cidades de Gurupi, Dianópolis, Cariri do Tocantins, Paraíso do Tocantins e Tocantinópolis tem um caso cada uma.

São 20 pacientes em isolamento domiciliar, dois recuperados e dispensados do isolamento, além das duas mortes.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui