Com o objetivo de amenizar os efeitos negativos que a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) traz para milhares de mães moradoras de favelas de todo o país e que tiveram suas rendas diretamente afetadas pelos impactos da doença, a Central Única das Favelas (CUFA) e a Fundação Banco do Brasil garantem a renda mínima de auxílio a cinco mil mulheres nos meses de julho e agosto em 16 estados do Norte e Nordeste.

De acordo com a iniciativa, serão 235 mães tocantinenses beneficiadas com duas bolsas no valor de R$ 120 no cartão de alimentação Alelo. A ação faz parte da campanha “Mães da Favela”. A modalidade de cesta digital permite às participantes a autonomia de escolher o que comprar dentro de itens de alimentação, higiene e limpeza. Além disso, também é uma forma de contribuir para aquisição de produtos do comércio local e assim colabor para o fortalecimento da economia.

Lançada em abril, a campanha ‘Mães da Favela’ tem o objetivo de auxiliar mães solteiras que moram nas favelas de todo país e estão sendo fortemente atingidas pelos reflexos da Covid-19. O projeto social faz parte do projeto “CUFA Contra o Vírus”.

Proteja e Salve Vidas

A iniciativa é parte da campanha “Proteja e Salve Vidas” da Fundação Banco do Brasil, que aplica recursos em ações para assistência social, alimentação, cuidados com a saúde, aquisição de insumos e equipamentos hospitalares. No Tocantins, a Fundação BB já destinou R$ 725 mil em recursos para ações emergenciais. Até o momento, foram atendidas 5 mil famílias em situação de vulnerabilidade social, impactando 17 mil pessoas. Foram distribuídas 6 mil cestas, ou seja, 130 toneladas de alimentos e 32 mil itens de higiene e limpeza.

Doações para a CUFA

As doações para manter a campanha em funcionamento podem ser feitas pelos canais:

Site CUFA

Vakinha Online

Arrecadação Picpay

Doações em conta

CUFA – Central Única das Favelas

CNPJ:06.052.228/0001-01

Banco Bradesco

Agência: 0087

Conta corrente: 5875-0


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui