Divulgação

A busca por beleza, bem-estar e aceitação da autoimagem têm motivado muitas mulheres buscar por procedimentos estéticos. Na semana que é comemorado o Dia da Mulher, o Procon Tocantins destaca cuidados fundamentais para que as consumidoras não sejam vítimas de golpes ou tenha a saúde prejudicada.

A diretora do Núcleo de Atendimento do Procon na capital, Nara Rúbia de Rezende, destaca que nos últimos dias, algumas consumidoras procuraram o órgão para relatar que foram vítimas de um possível golpe. A promoção foi divulgada por redes sociais. “A primeira dica é ficar atenta as propagandas muito vantajosas. É válido ressaltar que uma vez ofertado, o fornecedor é obrigado a cumprir o que foi oferecido”, alertou a diretora.

Após comprarem pacotes com procedimentos estéticos, a empresa de beleza fechou as portas e não cumpriu os serviços oferecidos no contrato. “No fim do mês de novembro de 2019, estas mulheres compararam pacotes de diversos procedimentos estéticos. A principal procura foi por depilação a laser e algumas sessões foram realizadas. As clientes que voltaram para terminar o tratamento, já se depararam com a clínica de portas fechadas”, explicou.

Segundo Nara Rúbia, que quando a contratação for realizada pela internet, como em sites coletivos, as consumidoras visitem o estabelecimento antes de fechar a compra do pacote de serviço. “É importante buscar referência da empresa”, destacou.

Profissionais capacitados

Outro ponto a ser observado é referente aos profissionais e se os mesmos são capacitados para realização dos procedimentos estéticos. É preciso também verificar os aparelhos disponíveis, assim como as condições de higiene do local e do material utilizado. “Tudo deve ser esterilizado, descartável como agulhas e seringas e também de uso individual”, afirmou.

O Procon Tocantins orienta ainda que a consumidora solicite o orçamento por escrito com detalhamento dos serviços a serem realizados. Também deve ser informada a quantidade de sessões, prazos, valores e formas de pagamento. “Tudo que for acertado verbalmente, deve constar no contrato. Exija recibo e guarde todos os comprovantes de pagamento. Da mesma forma que deve solicitar uma via do contrato e todas as publicidades e e-mails recebidos”, pontuou Nara.

Reclama no Procon

Caso o contrato não seja cumprido, a consumidora deve procurar o Procon Tocantins. “Por isso é preciso guardar todos os documentos que servem como prova para formalizar a reclamação no órgão de defesa do consumidor. E em caso de golpes, recomendamos ainda que registrem um Boletim de Ocorrência também”, explicou.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui