O professor Valdemar Gomes faleceu no último domingo aos 47 anos, vítima do novo coronavírus. Um dos fundadores do cursinho popular da PUC-SP para vestibulandos de baixa renda não conseguiu receber seu diploma de doutorado em Ciências Humanas e Sociais pela UFABC, e deixou esposa e dois filhos.

Negro e nascido em Miracema do Tocantins, Valdemar abordava bastante as questões raciais e lutava por igualdade. Ele dava aula na EMEF Dona Jenny Gomes e em cursos de extensão.

Segundo informações do jornal O Estado de São Paulo, Valdemar não tinha comorbidade que o colocaria no grupo de risco, não fumava e mantinha uma vida movimentada com aulas diurnas e noturnas. Entre a primeira consulta por conta dos sintomas e o óbito, no Hospital Emílio Ribas, foram 19 dias.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui