Divulgação

A Secretaria Municipal da Saúde (Semus), através da Diretoria de Vigilância em Saúde, emitiu Nota Informativa nesta segunda-feira, 17, sobre necessidade de prevenção de doenças infectocontagiosas que podem surgir em contato com a água suja das chuvas. Nesse período, o surgimento de enxurradas e enchentes aumentam o risco da transmissão de doenças como leptospirose e hepatite A.

A Diretoria de Vigilância em Saúde recomenda que o cartão de vacina esteja atualizado e que as pessoas não utilizem alimentos ou medicamentos que tiveram contato com enxurradas e enchentes, por mais que estejam embalados. Em caso de necessidade de transitar em ruas e calçadas com água da chuva, a recomendação é para o uso de botas e luvas de borracha.

A Nota esclarece a necessidade de higienizar as mãos no preparo dos alimentos e antes das refeições, além de fazer o consumo de água potável. A purificação da água pode ser feita com duas gotas de hipoclorito de sódio a 2,5% para cada litro. Os frascos podem ser encontrados nos Centros de Saúde da Comunidade.

A diretora de Vigilância em Saúde, Marta Malheiros, disse que o intuito da Nota é a prevenção, já que Palmas não possui alto índice de leptospirose e hepatite A. “Esses cuidados são essenciais para que as pessoas possam se prevenir contra doenças infectocontagiosas mais incidentes na época de chuvas, especialmente a leptospirose, que nos casos mais graves pode até levar à morte”, reforça.

Acesse aqui a Nota Informativa


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui