Divulgação

A TO-080, entre Palmas e Paraíso do Tocantins, passa por obras de reabilitação. Por ser um trecho de tráfego intenso em alguns horários, a Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), alerta os motoristas para que sigam a sinalização e as orientações de segurança presentes no local.

O trecho de 53 km, já está com 15,5 km do asfalto concluído, no sentido de Paraíso do Tocantins a Palmas. A equipe segue trabalhando neste momento nos 8 km seguintes, dos 37,5 km restante. Por causa das obras, o trânsito está em meia pista e o fluxo está sendo realizado no sistema “siga e pare”. Por isso, ao se aproximar do ponto onde a equipe está trabalhando os motoristas devem manter a atenção e reduzir a velocidade. Isso vai garantir não só a segurança dos usuários da via como dos trabalhadores que estão no local.

A secretária de Estado de Infraestrutura, Juliana Passarin, reforça o pedido de atenção e compreensão de motoristas que passam pelo trecho em obras. “Os transtornos aos usuários são temporários, já os benefícios destas obras serão permanentes, por isso, contamos com a compreensão de todos”, reforçou.

O novo pavimento é adaptado para o tráfego de carga. A medida visa atender ao aumento na movimentação desse tipo de veículo nesse trecho da rodovia, muitos em direção ao Pátio multimodal da Ferrovia Norte-Sul, em Luzimangues.

Obras

A reconstrução do asfalto faz parte do Contrato de Restauração e Manutenção de Rodovias (Crema), do Programa de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS) – convênio entre o Governo do Tocantins, por meio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), e o Banco Mundial.O investimento no trecho é de R$ 40,3 milhões.

As obras incluem os serviços de fresagem, que são cortes ou ranhuras no pavimento; de reperfilagem, com a colocação de uma nova camada de asfalto para nivelar e corrigir irregularidades, dando uniformidade ao asfalto; e de implantação de capa asfáltica, camada final de asfalto.

Duplicação

O Governo do Tocantins está empenhado na realização das obras de duplicação desse trecho. A operação de crédito junto ao Banco do Brasil foi aprovada e a Ageto trabalha no processo administrativo que possibilitará o início das obras.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui