Um supermercado atacadista localizado localizado às margens da BR-010, em Palmas, registra grande aglomeração na manhã desta sexta-feira (03), conforme denúncia de um internauta encaminhada ao Sou de Palmas.

O consumidor informou que não há nenhum tipo de controle na entrada e que, apesar da obrigatoriedade do uso de máscaras no local, muitos clientes estão usando o ítem no queixo, o que não evitaria a contaminação do coronavírus. Além do grande número de pessoas dentro do estabelecimento, muitos caixas estão fechados, favorecendo a formação de longas filas, relata o internauta.

Ainda segundo o denunciante, os consumidores estão reclamando da aglomeração e da longa espera nas filas, mas até agora nenhuma providência foi tomada.

O Portal solicitou um posicionamento sobre a situação ao Atacadão. Assim que tivermos uma resposta atualizaremos esta edição.

Feira da Moda em Palmas é inteditada

Foi embargada na tarde desta quinta-feira, 02, por desobediência ao Decreto Nº 1856/20, de 14 de março, o qual suspende a realização de eventos, visando evitar grandes aglomerações de pessoas, na ASR-SE 85 (812 Sul), uma feira que comercializava produtos, principalmente na área de artigos de moda, calçados, dentre outros. A operação ocorreu após denúncias da comunidade.

Segundo o diretor de fiscalização Urbana da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Serviços Regionais, Emerson Parente, o evento acontecia de forma totalmente irregular, descumprindo as normativas atuais da Prefeitura de Palmas em combate ao novo coronavírus (Covid-19). “Após constatarmos o descumprimento do decreto municipal, embargamos o evento e emitimos multa”, disse o diretor.

A gerente de Vigilância Sanitária de Palmas (Visa), Joselita Monteiro, ressaltou que nenhuma autorização de funcionamento e licenciamento sanitário está sendo emitida para realização de eventos. “Em cumprimento ao decreto municipal de combate à Covid-19, todos os alvarás sanitários para realização de eventos estão suspensos”, ressaltou ela.

A secretária de Desenvolvimento Econômico e Emprego (Sedem), Mila Jaber, também ressalta que a gestão está atenta ao funcionamento do comércio em Palmas. “Temos recebido denúncias da população, e estamos atuando na fiscalização, juntamente com as entidades de classe e os fiscais de postura da Capital”, ressaltou a gestora.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui