Divulgação
Em boletim divulgado nesta quarta-feira  (16/9), a taxa de ocupação hospitalar em Palmas diminuiu para 51,4%, menor do que registrado na terça (15). Já a taxa de ocupação de leitos clínicos públicos e privados é de 45,1% e a ocupação de leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) públicas e privadas em Palmas chega aos 59,3%. O boletim ainda informa que mais duas pessoas morreram na Capital, além de 139 novos casos da doença na cidade, sendo 80 mulheres e 59 homens.

 

Uma das mortes trata-se de uma idosa de 77 anos e sem comorbidades. Ela morreu no dia 05 de setembro. A segunda ocorrência, também de um idoso, este com 80 anos, tinha um quadro de hipertensão e era portador de doença neurológica.

A Vigilância Epidemiológica de Palmas informa que, após 185 dias de resposta, até as 12 horas desta quarta, totaliza 59.578 notificações para síndrome gripal (SG), onde estão incluídos também os casos suspeitos para Covid-19. Sendo, 17.200 descartados e 14.701 casos confirmados (números acumulados) para a doença.

Internações

Dos pacientes internados na Capital, 86 (60,6%) são residentes em Palmas e os outros 56 (39,4%) moradores de outros municípios. Quanto aos novos casos de hoje, os 139 pacientes estão em isolamento domiciliar.

Já a taxa de ocupação dos leitos das Unidades de Pronto Atendimento de Palmas (UPA) Sul permanece de 14,3% e na UPA Norte chega aos 2,9%.

Exames

Os laboratórios em Palmas realizaram 699 exames, sendo que 139 foram confirmados para a Covid-19 e 372 descartados. Os laboratórios fizeram 188 exames de rastreio.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui