A edição do Boletim Epidemiológico do coronavírus (Covid-19) traz neste sábado, 21, os novos números de casos monitorados na Capital. Até o final desta tarde, o Centro de Operações de Emergência em Saúde (COE-Palmas COVID-19) registrou 51 casos, sendo que 02 tiveram a confirmação positiva para o coronavírus e 15 descartados.

O segundo caso de contaminação pelo coronavírus em Palmas teve sua confirmação nesta sexta-feira, 20, por volta das 22 horas, por um laboratório da rede privada de saúde. De acordo com os técnicos do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde de Palmas (CIEVS), o caso já havia sido notificado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus) e a paciente estava em observação domiciliar. Durante a semana, a paciente teve uma piora no seu quadro de saúde e foi internada em leito de UTI de hospital privado, mas teve alta na sexta-feira passada.

Todas as pessoas que tiveram contato mais próximo com essa pessoa estão sendo monitorados e os dados repassados ao Ministério da Saúde que, posteriormente, informa à instância estadual, como é o protocolo.

Atendimento Samu

Na tarde deste sábado, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) atendeu a uma ocorrência na Arse 21, por volta das 13 horas. O paciente atendido apresentava tosse e falta de ar e foi conduzido pela equipe de socorristas até um hospital particular da Capital.

O homem relatou aos profissionais do SAMU que é portador de bronquite asmática e teve contato com a primeira pessoa a testar positivo para o Coronavírus em Palmas. O paciente informou ainda que trabalha na área de segurança pública.

A equipe do CIEVS já está realizando o monitoramento do caso e solicitou o isolamento domiciliar de todos que tiveram contato com o paciente suspeito de infecção pelo coronavírus.

A Prefeitura de Palmas reitera novamente a recomendação para que a população permaneça em casa, em isolamento social, a fim de evitar a propagação da doença e reafirma que está dedicando todos os seus esforços para manter sob controle a propagação do vírus em nossa cidade. A prioridade máxima é salvar vidas e, para isso, o apoio da população é essencial.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui