A Prefeitura de Palmas decidiu decretar o fechamento de bares, restaurantes, academias, shoppings e do comércio de forma geral na capital a partir desta quinta-feira (19). A medida foi tomada como resposta a confirmação do primeiro caso do novo coronavírus na cidade. A paciente com o diagnóstico não estava na lista de casos monitorados pelas autoridades.

Locais com atividades suspensas

  • Feiras livres;
  • Shopping centers e estabelecimentos situados em galerias ou polos comerciais de rua;
  • Cinemas, clubes, academias, bares, restaurantes, boates, teatros, casas de espetáculos e casas de eventos;
  • Estabelecimentos de saúde pública bucal/odontológica, exceto aquelas relacionadas ao atendimento de urgências e emergências;
  • Escolas particulares.

Além do fechamento do comércio, as aulas na rede municipal de educação também devem ficar suspensas por tempo indeterminado. As escolas particulares, que já tinham aderido voluntariamente a suspensão, também tiveram o fechamento temporário decretado. O decreto também suspende eventos, inclusive os que já estavam autorizados, que possam gerar aglomerações.

Os serviços de entregas podem seguir operando normalmente. O texto também não se aplica a serviços da área da saúde, distribuidoras e revendedoras de gás, postos de combustíveis, supermercados.

A Prefeitura disse que vai fazer alterações no atendimento do sistema público de saúde da cidade e que as mudanças serão publicadas a partir desta quinta. Os prazos administrativos e tributários previstos na legislação municipal também foram suspensos.

O Shopping Capim Dourado informou que suspenderá suas atividades por tempo indeterminado. O estabelecimento disse que o momento é de responsabilidade e de zelo com a saúde de todos. A exceção será para as farmácias e o supermercado, que permanecem abertos. Os restaurantes e lanchonetes atenderão na modalidade delivery.

O Palmas Shopping também informou que vai manter os serviços de delivery, o supermercado e a unidade das Lojas Americanas em funcionamento. Todo o resto do shopping estará fechado.

Representantes do Conselho de Inovação e Desenvolvimento Econômico de Palmas (Cidep) pediram que a prefeitura e o Governo do Estado tomem medidas para minimizar os impactos na economia. A categoria quer a isenção ou suspensão dos tributos estaduais e municipais (ICMS e ISS) e o aumento dos prazos nos processos administrativos e os que estão em execução fiscal.

A orientação para a população é que permaneça em casa e evite locais com aglomeração nos próximos dias.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui