A Prefeitura de Palmas decidiu prorrogar até o dia 3 de abril o ponto facultativo para servidores municipais de áreas não essenciais. Esta é uma das medidas de combate ao novo coronavírus. O objetivo é evitar aglomerações nas repartições públicas e incentivar os moradores a permanecerem em casa. O isolamento social é, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a melhor forma de conter a disseminação do vírus.

O decreto de prorrogação foi assinado pela prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) e publicado em edição suplementar do Diário Oficial do Município neste domingo (29).

A medida não se aplica a servidores de áreas essenciais. De acordo com o decreto, funcionários da Secretaria Municipal da Saúde, incluindo os setores administrativos devem cumprir expediente ou plantão normalmente.

O mesmo se aplica ao quadro administrativo de pastas como as Secretarias Municipais de Educação, Desenvolvimento Social, Planejamento e Desenvolvimento Humano e também aos servidores da Ouvidoria e do Controle Interno.

Áreas como zeladoria, limpeza urbana e coleta de lixo, manutenção de vias urbanas e rurais, aterro sanitário, iluminação pública, cemitério, segurança, fiscalização e orientação de trânsito vão funcionar em escalas que serão definidas pelos gestores de cada área.

Na atualização mais recente dos boletins de acompanhamento do coronavírus, feita neste domingo (29), Palmas concentrava 9 dos 10 casos da doença no Tocantins. O paciente mais recente é um homem de 34 anos que viajou recentemente para Goiânia e Brasília.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui