Reprodução

Por Kelley Magalhães

Na manhã desta segunda-feira (13), uma cena chamou atenção na Avenida Tocantins, em Taquaralto. Uma fila enorme que chegou a dobrar o quarteirão foi formada em frente à agência da Caixa Econômica Federal. Um funcionário do banco ajudava a manter a ordem na fila gigantesca com o auxílio de microfone e caixa de som. (Veja o vídeo logo abaixo)

Em vídeo gravado pelo repórter policial Jota Júnior, é possível ver as pessoas da fila desrespeitando as regras de distanciamento social. Idosos, mulheres e crianças se apertam na fila para serem atendidos ignorando as marcas de em forma de X feitas no chão da calçada indicando onde cada pessoa deve ficar.

A causa dessa aglomeração é o saque do auxílio emergencial para atender famílias em situação financeira precária devido a pandemia de coronavírus no Brasil além de pessoas buscando atendimento normais nos caixas eletrônicos. Ainda não há dados estimados de quantos tocantinenses irão receber o auxílio.

O Ministério da Saúde recomenda manter uma distância de 2 metros de distância de outras pessoas. Mas isso nem sempre é possível. De qualquer forma, a distância segura, segundo especialistas em saúde é de, no mínimo, 1,5 metro. É importante respeitar essa orientação porque o coronavírus não é transmitido pelo ar, mas pelo contato com gotículas expelidas por um indivíduo contaminado e essa distância mínima é a necessária para que você não seja atingido por possíveis gotículas que saem da boca da pessoa quando ela fala, por exemplo.

Reprodução
Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui