O Prêmio Educador Nota 10, um dos mais importantes prêmios da Educação Básica Brasileira, divulgou a lista dos seus finalistas no último dia 8 de julho. Entre os trabalhos selecionados, está o projeto desenvolvido por Priscila de Freitas Machado, professora da creche CMEI Sementes do Amanhã em Palmas.

Na 23º edição do prêmio, o projeto está na disputa pelo título ao lado de trabalhos de 19 estados brasileiros. Neste ano, quase 4 mil trabalhos foram inscritos na premiação e passaram pelo olhar criterioso da Academia de Selecionadores.

No projeto “Brincadiquê”, a educadora criou contextos de brincadeiras das quais as crianças (de dois a três anos) eram as protagonistas. Ela aproveitou uma oferta variada de brinquedos, materiais não estruturados, elementos da natureza e uma organização estética dos espaços.

A ideia é com que os pequenos tenham suas escolhas e interajam em grupos menores, já que a sala e a área externa ganharam cantos e territórios de exploração. O trabalho teve estruturação em etapas, sempre acompanhadas de novas ambientações, foram elas: brincadeiras de faz de conta, brinquedos do chão, brincadeiras folclóricas e brincando com as palavras.

Outras iniciativas

Entre os projetos selecionados, 10 são de Língua Portuguesa, 5 de Educação Física, 4 de História, 4 de Geografia e 4 focados no aprendizado de crianças bem pequenas. Artes, Ciências da Natureza, Matemática, Coordenação Pedagógica e Língua Estrangeira, tiveram 3 trabalhos cada, escolhidos. Completam a lista, 2 projetos de Diretores e outros 1 para crianças pequenas, além de 1 de cada uma das seguintes disciplinas: Física, Química, Filosofia e Biologia, junto com 1 trabalho focado em bebês.

Por ciclo educacional, são 25 do Ensino Fundamental – somados anos iniciais e finais –, 14 do Ensino Médio e 6 da Educação Infantil. Há ainda 5 trabalhos de Gestão Escolar. A região do país com maior representatividade entre os finalistas é a Sudeste, seguida pela Nordeste, Sul, Norte e Centro-Oeste.

Reconhecimento e premiação

O processo de valorização reconhecimento desses profissionais se dão por meio da divulgação na mídia, redes sociais e um certificado de participação a cada um dos 50 finalistas. Eles também aguardam a seleção dos 10 vencedores, que serão anunciados no dia 20 de julho no programa Encontro com Fátima Bernardes na Globo.

Os vencedores selecionados ganham um vale-presente no valor de R$ 15 mil. Já o Educador do Ano escolhido pela Academia de Jurados, e que será reconhecido ainda neste ano, recebe outro vale-presente, também no valor de R$ 15 mil. As escolas dos vencedores também recebem uma verba para celebração.

Confira lista de finalista através do link.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui