Anúncio
Famosos mortos

Conheça outros famosos que também perderam a vida em crimes bárbaros

O caso do ator Rafael Miguel chocou o país. Paulo Cupertino Matias, pai de Isabela, namorada do ator, é acusado de cometer o crime e segue foragido.

11/06/2019 07h47Atualizado há 3 meses
Por: Redação Sou de Palmas - A sua fonte de notícias!
1.443
Divulgação
Divulgação

A morte do ator Rafael Miguel, e os pais, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50 anos, que foram assassinados no bairro Pedreira, na zona sul da capital, surpreendeu a todos no domingo (9). Os três foram baleados em frente a casa da família de Isabela Tibcherani, de 18 anos, então namorada do jovem. Paulo Cupertino Matias, pai de Isabela, é acusado de cometer o crime e segue foragido.

Nas últimas quatro décadas, estrelas da música, cinema e televisão foram vítimas de crimes. Relembre os famosos que tiveram as vidas interrompidas tragicamente!

A morte de Daniella Perez chocou o Brasil em 1992. A atriz, filha da autora de novelas Glória Perez, foi assassinada por Guilherme de Pádua, que contracenava com ela em De Corpo e Alma, da TV Globo. O ator contou com a ajuda da então mulher, Paula Thomaz, que juntos montaram uma emboscada e mataram a jovem atriz com 18 punhaladas.

Pádua foi condenado a 19 anos de prisão e Paula, a 18 anos. Ele deixou a prisão em 2001.

John Lennon foi assassinado, em 8 de dezembro de 1980, por Mark Chapman. O ex-beatle, que tinha apenas 40 anos na época, foi baleado em frente ao edifício Dakota, em Nova York, local onde morava com a esposa, Yoko Ono. O responsável pela morte do cantor foi condenado à prisão perpétua. Com a possibilidade de soltura após 20 anos, Chapman já teve 10 pedidos de liberdade negados pela justiça americana, o último em agosto de 2018.

Dominique Dunne foi assassinada pelo namorado, John Thomas Sweeney, aos 22 anos, em novembro de 1982. A atriz, que atuou em Poltergeist, foi estrangulada porque Sweeney não aceitava o fim do relacionamento. Com apenas 22 anos, a jovem artista morreu após ficar cinco dias em coma.

Há quase um ano, em 18 de junho de 2018, o rapper XXXTentacion morreu após ser baleado em um loja de Miami, nos Estados Unidos. Na ocasião, o músico de 20 anos estava comprando uma moto quando foi abordado por um homem, que atirou várias vezes contra ele. XXXTentacion foi levado para o hospital, mas não resistiu ao ataque. Dois dias depois do crime, um suspeito foi preso por sua ligação com a morte do rapper.

Selena Quintanilla-Pérez vivia o auge da carreira, em 1995, quando foi morta. Yolanda Saldívar, que à época era presidente do fã-clube e trabalhava como gestora das butiques da cantora, não aceitou a demissão dos cargos após Selena descobrir um desvio significativo de dinheiro. A artista, que à época era a primeira latina a encabeçar a Billboard 200, foi assassinada com um tiro pelas costas.

 

Sou de Palmas, informação de qualidade e credibilidade em primeira mão! Quer sugerir ou receber nosso conteúdo? Entre em contato com nossa equipe.

(63) 99223 7820

FAÇA PARTE DA NOSSA REDE!

Facebook: https://m.facebook.com/SouDePalmasNoticias/?locale2=pt_BR

Twitter: @SouDePMW

Email: [email protected]

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Feira do Santa Bárbara
Municípios
Sou de Palmas
Últimas notícias
Mais lidas
Banner sessão cidades
Anúncio