Sou de Palmas
Recesso

Congresso Nacional entra em recesso nesta quinta (18); deputados e senadores voltam ao trabalho em agosto

Segundo a Câmara dos Deputados, durante os períodos de recesso, "cabe a uma comissão representativa composta por deputados e senadores zelar pelas prerrogativas do Congresso Nacional e de suas Casas"

18/07/2019 09h02
Por: Redação Sou de Palmas - A sua fonte de notícias!
168
Divulgação
Divulgação

O recesso parlamentar do Congresso Nacional começa nesta quinta-feira (18) e segue até o dia 31 de julho deste ano. Os deputados federais e senadores voltam ao trabalho no dia 1 de agosto deste ano.

Segundo a Câmara dos Deputados, durante os períodos de recesso, "cabe a uma comissão representativa composta por deputados e senadores zelar pelas prerrogativas do Congresso Nacional e de suas Casas" e exercer as funções normais de funcionamento fora do recesso, além de representar o Congresso em eventos que possam acontecer no período.

A comissão temporária é formada por sete senadores e 16 deputados, e igual número de suplentes. 

Os senadores que compõe a comissão são Eduardo Braga (MDB-AM), Esperidião Amin (PP-SC), Acir Gurgacz (PDT-RO), Izalci Lucas (PSDB-DF), Paulo Rocha (PT-PA), Rodrigo Pacheco (DEM-MG), Otto Alencar (PSD-BA), Nelsinho Trad (PSD-MS), Alvaro Dias (Podemos-PR), Lasier Martins (Podemos-RS), Leila Barros (PSB-DF) e Zenaide Maia (ros-RN).

Procurada pela reportagem, a assessoria da Câmara afirmou que como a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) não foi aprovada até esta quarta-feira (17), "serão convocadas sessões não deliberativas de debates, de segunda a sexta, durante o restante do mês de julho".

As sessões não deliberativas são de debates ou solenes, ou seja, não haverá votações durante o mês de julho. A comissão de deputados só é definida mediante a aprovação da LDO.

Reforma da Previdência

A reforma da Previdência foi um dos principais temas debatidos pelos parlamentares e autoridades do governo do presidente Jair Bolsonaro. Antes do recesso, os deputados federais aprovaram o texto da PEC (proposta de emenda à Constituição) em primeiro turno, aprovando quatro destaques.

O texto segue para a comissão especial, onde será redigido de acordo com as mudanças e volta para a Casa, onde deve ser aprovado pela segunda vez.

A expectativa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é entregar reforma ao Senado até o dia 9 de agosto deste ano.

A reforma também precisa ser aprovada em dois turnos pelos senadores para seguir para a sanção presidencial.

Sou de Palmas, informação de qualidade e credibilidade em primeira mão! Quer sugerir ou receber nosso conteúdo? Entre em contato com nossa equipe.

Zap (63) 99223 7820

FAÇA PARTE DA NOSSA REDE!

Facebook: https://m.facebook.com/SouDePalmasNoticias/?locale2=pt_BR

Twitter: @SouDePMW

Email: [email protected]

 

 

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Anúncio
Feira do Santa Bárbara
Municípios
Sou de Palmas
Últimas notícias
Banner sessão política
Mais lidas
Banner sessão cidades
Anúncio