Gastos públicos

Câmara de Vereadores de Palmas tem o maior custo per capita entre as capitais do Brasil, aponta pesquisa

O gasto médio por vereador do Legislativo da capital tocantinense em relação à população atingiu o valor de R$ 132,84.

12/08/2019 11h19Atualizado há 4 meses
Por: Redação Sou de Palmas - A sua fonte de notícias!
923
Câmara Municipal de Palmas tem destaques negativos em pesquisa feita pelo Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina (CRCSC). Foto: Divulgação / Sou de Palmas
Câmara Municipal de Palmas tem destaques negativos em pesquisa feita pelo Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina (CRCSC). Foto: Divulgação / Sou de Palmas

Com gasto anual de quase R$ 39 milhões, em 2018, a Câmara Municipal de Palmas se destaca entre os parlamentos das capitais brasileiras como o maior custo per capita do Brasil. Com 19 vereadores e população de 291.855 habitantes, o gasto médio por vereador do Legislativo da capital tocantinense em relação à população atingiu o valor de R$ 132,84.

Os dados, divulgados com exclusividade pelo portal Sou de Palmas, fazem parte de uma pesquisa feita pelo Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina (CRCSC), que publicou os gastos das câmaras municipais das capitais brasileiras em 2018. O estudo faz parte do programa Contabilizando para o Cidadão, idealizado pela instituição em 2016, e avalia as despesas totais das casas legislativas municipais, os gastos anuais per capita, os gastos médios por vereador e o número de vereadores por habitantes.

Em outro destaque na pesquisa, a Câmara Municipal de Palmas situa como a menor em número de vereadores por habitante entre as capitais. A proporção corresponde a um vereador para cada 15.361 habitantes.

DADOS NACIONAIS

No ano passado, foram gastos cerca de R$ 3,11 bilhões com 811 vereadores, nas câmaras municipais das 26 capitais brasileiras. O gasto médio por vereador nessas cidades equivale a R$ 3,8 milhões.

Em relação ao gasto anual per capita (proporcional à população), entre as câmaras municipais das capitais do Brasil, a de São Paulo (SP) é a menos onerosa, com R$ 42,32, para 55 vereadores (12.176.866 habitantes), seguida de Belém (PA), com R$ 43,05, para 35 vereadores (1.485.732 habitantes); Macapá (AP), com R$ 48,29, para 23 vereadores (493.634 habitantes); Curitiba (PR), com R$ 58,21, para 38 vereadores (1.917.185 habitantes); e João Pessoa (PB), com R$ 58,79, para 27 vereadores (800.323 habitantes).

A pesquisa do CRCSC tem como base dados obtidos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e nos portais de transparência das câmaras e prefeituras municipais capitais brasileiras.

O portal Sou de Palmas encaminhou e-mail à Câmara Municipal de Palmas solicitando um posicionamento sobre os dados da pesquisa. Estamos aguardando a resposta.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.