Anúncio
Carmolândia

No Tocantins, prefeito é afastado por usar máquinas e servidores públicos para construir a própria casa

Com o afastamento, Prefeitura de Carmolândia será comandada pelo vice-prefeito, Erasmo Pereira da Silva. De acordo com as investigações, construção era feita em horário de expediente; dois secretários também são suspeitos.

16/08/2019 15h57
Por: Redação Sou de Palmas - A sua fonte de notícias!
3.735
Prefeito de Carmolândia, Neurivan Rodrigues de Sousa, foi afastado do cargo — Foto: Divulgação/Prefeitura de Carmolândia
Prefeito de Carmolândia, Neurivan Rodrigues de Sousa, foi afastado do cargo — Foto: Divulgação/Prefeitura de Carmolândia

O prefeito de Carmolândia, Neurivan Rodrigues de Sousa (PMN), foi afastado do cargo por improbidade administrativa após decisão da Justiça. De acordo com as investigações, ele usou maquinários e servidores públicos na construção da própria casa, em horário de expediente. A decisão é desta sexta-feira (16) e a liminar determina o afastamento imediato. O cargo será ocupado pelo vice-prefeito, Erasmo Pereira da Silva.

Os secretários de Infraestrutura e de Turismo e Meio Ambiente também deixaram os cargos. De acordo com as investigações, os dois teriam trabalhado como pedreiro e acompanhante na obra nos horário em que deveriam prestar os serviços públicos.

Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), fotos, vídeos e depoimentos comprovaram que caminhões caçamba, usados na limpeza da cidade, e uma retroescavadeira usada nas obras públicas, transportaram materiais de construção e limparam o lote da obra particular.

Além disso, servidores contratados para a limpeza pública teriam deixado de prestar os serviços para trabalhar na construção da casa. Eles chegaram a fazer rodízio na obra, "ficando dois atuando na limpeza da cidade e dois nas obras da casa do prefeito", informou o MPE. Um dos trabalhadores denunciou que sempre descarregava um caminhão da prefeitura no lote e já teve que ficar na construção além do horário normal de expediente.

Além de perder os cargos, o prefeito e os secretários tiveram direitos políticos suspensos, deverão pagar multa e ressarcir todos os danos causados aos cofres públicos. Eles também ficam proibidos de receber benefícios ou incentivos fiscais e de crédito.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Carmolândia - TO Notícias de Carmolândia - TO
Feira do Santa Bárbara
Municípios
Sou de Palmas
Últimas notícias
Mais lidas
Banner sessão cidades
Anúncio