Moradores denunciam

VEJA VÍDEO/ Suco de laranja? Moradores do setor Universitário denunciam que 'água suja' é distribuída pela BRK Ambiental em Palmas

Indignado o morador denuncia “olha a água que a BRk está oferecendo para a população de Palmas aqui do setor Universitário”.

06/11/2019 14h09Atualizado há 2 semanas
Por: Redação Sou de Palmas - A sua fonte de notícias!
597
Foto; divulgação Sou de Palmas
Foto; divulgação Sou de Palmas

O vídeo foi enviado ao Portal Sou de Palmas por um internauta do setor Universitário, região sul de Palmas,  na tarde desta quarta-feira, 6, e  mostra a cor amarelada da água que saia de uma das torneiras da residência. (veja vídeo)

Indignado, o morador que não quis se identificar, denunciou ao Portal: “Olha a água que a BRk está oferecendo para a população de Palmas aqui do setor Universitário”, e ainda reclama “tem condições uma água dessa? E a gente paga uma taxa abusiva para a BRK e olha a qualidade da água que está saindo da torneira da população”. 

Atualmente os moradores da capital pagam 80% de taxa de esgoto na tarifa de água. 

Suco de laranja

A cor amarelada da água é tão forte que os moradores ironizaram a situação afirmando que a BRK Ambiental estaria servindo suco de laranja para a população diretamente pela tubulação pública. 

BRK responde

A BRK Ambiental esclarece que um vazamento em rede de distribuição de água no Setor Universitário na tarde de ontem (5) causou a alteração  na cor da água. Equipes da concessionária solucionaram o problema e realizaram descargas na rede para limpeza da tubulação. O abastecimento e a cor da água no bairro já estão normalizados e equipes continuam monitorando a área para garantir a qualidade da água distribuída. Sempre que notar alterações na água recebida, o morador deve ligar para o 0800 6440 195 e solicitar uma visita de equipes da BRK Ambiental.

Empresa alvo de denúncias

A qualidade dos serviços prestados pela BRK Ambiental, responsável pela distribuição de água em diversos municípios é contestado por moradores e autoridades públicas por todo o Estado. 

No último dia 17 de outubro uma audiência pública foi realizada no Plenário da Assembleia Legislativa, pela Comissão de Administração, Trabalho, Defesa do Consumidor, Transportes, Desenvolvimento Urbano e Serviço Público, e discutiu o preço cobrado e a qualidade dos serviços prestados pela concessionária BRK Ambiental no Tocantins.

Os deputados solicitaram mais rigor por parte das agências reguladoras em todo o Estado e foram unânimes ao classificar como abusivos os preços praticados pela empresa no Tocantins. Exigiram também que a empresa realize mais investimentos nas cidades onde o serviço é prestado, em especial para cumprir o compromisso contratual de oferta de esgoto sanitário.

As Câmaras de vereadores dos municípios de Araguaína, Gurupi, Porto Nacional e Palmas também entraram com ações ou aprovaram CPI’s para investigar os serviços prestados pela BRK.

Ainda na capital do Tocantins, moradores e empresários da região sul, idealizadores no movimento "Fora, BRK!" recolhem assinaturas que compõem um abaixo-assinado que reivindica o cancelamento da concessão com a empresa. O documento será entregue para órgãos como o Ministério Público Estadual e a Defensoria Pública, além da Câmara de Vereadores e Assembleia Legislativa.

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Sou de Palmas
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas
Banner sessão cidades
Anúncio