LUTA CONTRA O TEMPO

Com apenas 7% da capacidade renal, mulher vende rifa para continuar tratamento

O médico indicou um ultrassom, e foi quando veio o diagnóstico preocupante. Um dos rins já estava murcho e sem atividade

19/11/2019 08h37
Por: Redação Sou de Palmas - A sua fonte de notícias!
607
Divulgação/Sou De Palmas
Divulgação/Sou De Palmas

Eliana Machado da Silva Lopes, de 40 anos, trava luta contra o tempo desde 2013, para descobrir o que está causando a falência dos rins. Com apenas 7% da capacidade renal de um dos órgãos, ela e o marido decidiram vender rifas para custear o tratamento.

De acordo com Ramão Adolfo Soley Lopes, o esposo, Eliana descobriu o problema por acaso, quando o cabelo começou a cair e aparecer algumas manchas pelo corpo. Preocupada, ela fez uma bateria de exames para descobrir a causa. O exame laboratorial acusou uma perda exagerada de proteínas do sangue. O médico indicou um ultrassom, e foi quando veio o diagnóstico preocupante. Um dos rins já estava murcho e sem atividade.

Desde o diagnóstico, Eliana trava uma luta contra o tempo para descobrir o que está causando a falência dos rins. Dia após dia, o órgão vai perdendo a capacidade de funcionamento.

O transplante já foi uma opção. Uma irmã se propôs a fazer a doação, mas os exames de compatibilidade não foram satisfatórios. De acordo com a família, os médicos alertam que enquanto não se sabe o real motivo da falência, o transplante não é sinônimo de cura.

Os custos do tratamento começaram a pesar no bolso da família. Por isso, tiveram a ideia de vender uma rifa para arrecadar dinheiro para que Eliana possa ser acompanhada por uma equipe especializada em nefrologia que estará atendendo no Brasil em dezembro.

Se você quiser ajudar a Eliana, o preço da rifa é 20 reais e o prêmio é um cordão de ouro 18 quilates com pingente avaliado em 1500 reais.

Telefone para contato: 99236-4553

  • Com apenas 7% da capacidade renal, mulher vende rifa para continuar tratamento
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.