Segunda, 22 de abril de 2019
63 9 8118-6018
Tocantins

09/04/2019 às 15h45

84

Redação

Palmas / TO

Em Riachinho, servidores da educação entram em greve
Atualmente, eles estariam recebendo os mesmos salários praticados em 2014.
Em Riachinho, servidores da educação entram em greve
Divulgação


Os servidores da educação de Riachinho, na região norte do estado, entraram em greve por tempo indeterminado. A principal reclamação é que há cerca de um ano e quatro meses a prefeitura reduziu o salário dos profissionais em cerca de 20%. Atualmente, eles estariam recebendo os mesmos salários praticados em 2014.


Os professores contaram a classe vem tentando um acordo para a regularização do Plano de Cargos Carreira e Salários (PCCR), que também estaria defasado, mas a administração pública não tem dialogado com a categoria.


No início de março os professores fizeram uma paralisação na frente da prefeitura. Depois disso, uma assembleia geral foi realizada no dia 28 de março, quando a categoria fez uma proposta para o município devolver o percentual que foi retirado dos salários.


Foi definido um prazo de 72 para o município dar uma resposta. Mas, segundo os servidores, a prefeitura não deu nenhum posicionamento. Por causa disso os profissionais decidiram entrar em greve por tempo indeterminado.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados