Divulgação

A Primavera chegou trazendo alívio para os moradores de Palmas, uma das capitais mais quentes do país. Nesta terça-feira (22/9), quando se inicia a nova estação do ano, a manhã foi de chuva em várias partes da cidade, que já estava há 115 dias sem uma gotinha d’água. Por toda a parte, palmenses fizeram vídeos, postaram nas redes sociais e comemoraram.

O mês de setembro é o mais quente do ano no Tocantins. O tempo seco, as altas temperaturas, a baixa umidade, além da grande quantidade de queimadas, deixam o ar mais pesado. Fica até difícil de respirar. Nos últimos dias, a temperatura em Palmas chegou a passar dos 40 ºC.

Nesta segunda-feira, também houve registro de chuvas no distrito de Taquaruçu, em Palmas; Porto Nacional; Dueré, Taipas e em outras partes do estado.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) continua com alerta de chuvas intensas para as regiões do Jalapão, sudeste e sul do estado.

O professor José Luiz Cabral, do Núcleo de Meteorologia da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), explica que o Tocantins está entrando no período de transição e as chuvas devem ficar mais frequentes.

“Essas chuvas são intensas pela possibilidade de ocorrer em forma de pancadas de chuvas. Estamos na transição e com a chegada oficial da primavera, a partir de amanhã, teremos mais chances e chuvas. Elas ficam mais frequentes”, explicou.

Apesar de ela ter chegado para alegrar os moradores, a temperatura nos próximos dias deve continuar alta. As chuvas mais intensas e com maior regularidade só começam em outubro.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui