Esperança: Mulher com Covid-19 recebe alta após dar luz no Hospital Geral de Palmas

Paciente foi internada com 29 semanas de gestação e equipe multiprofissional tomou decisão assertiva para salvar a mãe e a bebê.

Divulgação

“Passamos por dias difíceis com ela internada. Com certeza foi uma intervenção Divina. Deus usou os profissionais de saúde e salvou minha irmã e a bebê. Toda a equipe se doou no tratamento dela. Abraçaram a causa. Só temos gratidão!” Este foi o depoimento de  José Eldes Chaves, irmão de Joelma Chaves, de 42 anos, que chegou à Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral de Palmas (HGP), grávida de 29 semanas e com  Covid-19.

Foi um mês de internação, período em que a equipe multiprofissional teve que tomar  decisão ao avaliar um quadro clínico inédito na unidade, em que uma paciente gestante estava com o novo Coronavírus. Um dia depois a internação foi realizado o parto prematuro da bebê que atualmente se encontra internada em UTI, no Hospital e Maternidade Dona Regina (HMDR), com quadro estável.

“Recebemos a paciente com 29 semanas de gestação. Um caso único, complexo e muito desafiador para nós profissionais da saúde. Formamos uma equipe multidisciplinar para tomar decisões no momento certo, visando preservar a saúde tanto da mãe quanto da criança. A decisão da equipe foi assertiva, conseguimos salvar as duas vidas. Para nossa felicidade, ambas evoluíram bem após o parto”, explicou a coordenadora da equipe de ginecologia/obstetrícia do HGP, Alessandra Bianchini Daud.

A médica clínica da UTI-Covid, Viviane de Deus Silva relatou que “ela chegou grave, com necessidade de intubação. Quando recebemos o vídeo dela voltando para sua família, um misto de felicidade e dever cumprido encheu nossos corações. Percebemos a grandiosidade desse trabalho e que Deus nos usa como instrumento, para restaurar essas famílias devolvendo para cada um desses lares o que de mais precioso há, o amor de alguém”.

“Estamos nos dedicando profundamente desde o início da pandemia, capacitando os profissionais, discutindo caso a caso, para que o objetivo de salvar vidas seja alcançado. Esta paciente graças a Deus e ao empenho e dedicação de todos os envolvidos na assistência, direta e indiretamente conseguiu voltar para seu lar. Foi árduo, mais foi gratificante”, destacou o diretor técnico do HGP, Luciano Lopes.

Segundo o diretor geral do hospital geral de Palmas, Leonardo Toledo, é uma satisfação a alta do paciente. “Contamos com profissionais dedicados e qualificados que atuam incansavelmente no cuidado ao paciente. Uma luta diária para salvar vidas. É um grande orgulho para nossa unidade um momento como este. Um exemplo de superação e esperança para cada um de nós”, destacou.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui