O resultado de uma enquete, produzida por um advogado no Twitter, mostrou que 74.6% das pessoas que participaram da votação são favoráveis à ‘Lei Seca’ como medida restritiva de combate à disseminação do novo coronavírus em Palmas.

Participaram da sondagem de opinião, encerrada na noite deste domingo (21), depois de ficar 24 horas no ar, 1.275 pessoas. O resultado mostrou ainda que 25.4% afirmaram ser contra a ‘Lei Seca’ na cidade durante a pandemia.

Para o advogado Daniel Lélis, idealizador da enquete, a discussão sobre o tema é necessária e o poder público tem que fazer parte dela. ”Decidi fazer a enquete depois de constatar que boa parte das aglomerações em Palmas, seja em casa, seja em bares, está relacionada ao consumo de álcool. Acredito que é uma discussão que precisa ser feita e o poder público não pode estar alheio a ela”, afirmou.

Em meio à pandemia, fiscalização encontra aglomerações e até música ao vivo em estabelecimentos de Palmas

Na noite da última sexta-feira (20), uma fiscalização realizada pela Prefeitura de Palmas encontrou aglomerações em estabelecimentos comerciais e até um show sendo realizado em uma churrascaria. A operação foi realizada para acompanhar o cumprimento das regras do plano de reabertura de comércio durante a pandemia. Os fiscais percorreram áreas comerciais no plano diretor, Aurenys, Taquaralto e no distrito de Taquaruçu.

De acordo com a Prefeitura, foram constatadas aglomerações de clientes em mesas de vários locais. A churrascaria que estava com uma apresentação musical fica na região sul de Palmas. Apresentações artísticas não estão autorizadas pelo município.

O Município afirmou ainda que notificou 10 estabelecimentos após constatar a inexistência ou irregularidades no alvará de funcionamento, assim como a falta de autorização para uso de cadeiras e mesas nas áreas públicas. Em caso de reincidência o estabelecimento fica sujeito à multa ou fechamento.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui