Divulgação

Na região sul do Tocantins, detentos do Centro de Reeducação Social Luz do Amanhã, em Cariri iniciaram uma revolta no final da manhã desta segunda-feira (19/10). A revolta teria começado após detentos do Pavilhão 01 começaram uma greve de fome para protestar contra o não retorno das visitas de familiares e advogados à unidade prisional, porém, os presos do Pavilhão 02 teriam se recusado a aderir ao movimento.

Os presos quebraram o muro que separa os pavilhões dando início a uma briga com pedras e outros objetos. Um servidor contou que são apenas 10 agentes para monitorar cerca de 300 detentos.

Os presos do Pavilhão 01 enviaram uma carta ao diretor da unidade reivindicando o retorno das TVs para as celas, banho de sol com duração de 2 horas de manhã e tarde, além de outras cobranças. A situação na unidade prisional é crítica e dois detentos foram mortos, segundo agentes. Os servidores contam que os pavilhões são controlados por facções rivais, o que pode ter contribuído para o confronto. No vídeo abaixo pode-se ver os gritos dos presos dentro da unidade.

A Secretaria Estadual de Cidadania e Justiça (Seciju) nega que esteja ocorrendo qualquer motim ou rebelião em nenhuma de suas unidades.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui