Após acompanhamento sistemático das organizações criminosas que atuam no âmbito do Sistema Penitenciário e Prisional do estado do Tocantins (Sispen/TO), a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) fechou o cerco e às 11h00 desta quinta-feira, 16, prendeu em flagrante delito dois indivíduos que tentavam ingressar materiais ilícitos na Casa de Prisão Provisória (CPP) de Palmas.

A “Operação arremesso” foi executada pela Agência Central de Inteligência Prisional, juntamente com a direção do Núcleo de Custódia e Casa de Prisão Provisória de Palmas, que por meio de ações planejadas e efetivas localizou os responsáveis por arremessar celulares, drogas, serras e brocas com a finalidade de uso em fugas na unidade prisional.

De acordo com o diretor da Unidade, estas atividades em parceria com a Agência Central de Inteligência Prisional são essenciais para evitar tais tentativas. “Nós temos uma equipe que trabalha de forma a manter um fluxo de informações claras, o que confere objetividade e eficácia nas ações”, disse.

O material aprendido e os dois indivíduos presos, foram apresentados à Central de Flagrantes da Polícia Civil (PC-TO). As operações seguem em andamento para verificar outros possíveis envolvidos.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui