Foram presos na manhã desta quarta-feira (5) dois irmãos suspeitos de participarem do assassinato de um jovem em outubro do ano passado na Praça dos Girassóis. Eles foram presos na casa dos pais, na região norte de Palmas. De acordo com informações da 1° Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, um terceiro suspeito no crime continua foragido. Os nomes e idades dos presos não foram divulgados.

A vítima era Israel Rodrigues Moura Filho, de 24 anos. Ele foi baleado no estacionamento da Assembleia Legislativa após sair do show organizado pelo governo para a comemoração do aniversário de 31 anos do Tocantins, no dia 6 de outubro de 2019. O jovem chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu no local, na frente da namorada.

De acordo com a delegada Luciana Coelho Midlej, os dois irmãos tinham fugido da cidade após o crime. “Realizamos a representação pelo homicídio dos três e passamos a monitorá-los. Nesta manhã soubemos que os dois irmãos tinham retornado a Palmas e encontrava-se na residência dos pais”, afirmou.

Segundo a PM, no dia do crime, a namorada relatou que estava com Israel no show, momento em que eles foram para o estacionamento pegar a motocicleta e perceberam que duas pessoas estavam próximas do veículo.

Ainda conforme o relato, houve um desentendimento entre Israel e essas duas pessoas. Durante a briga, uma terceira pessoa chegou ao local armada e efetuou dois disparos contra o jovem.

Após os procedimentos legais, os dois homens presos serão levados para a Casa de Prisão Provisória de Palmas. De acordo com a delegada Luciana Coelho, a diligência para localizar o autor dos disparos permanece. A suspeita da Polícia Civil é que os três homens envolvidos no crime são integrantes de uma facção criminosa.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui