Divulgação

A Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão na manhã desta quarta-feira (15) em Aliança do Tocantins, na região sul do estado. A ação faz parte da Operação Goyazes, que investiga uma organização criminosa suspeita de fraudes em licitações e desvio de dinheiro. De acordo com a PF, o prejuízo pode chegar a R$ 6 milhões.

A PF informou que são três mandados de busca e apreensão e 12 policiais participam da operação.

Conforme a polícia, o grupo estaria realizando as fraudes e desviando recursos de contratos públicos em cidades da região sul do estado do Tocantins. “Os investigados são suspeitos de direcionar, por meio de procedimentos licitatórios fraudados, diversos contratos públicos às empresas do grupo”, disse a PF. A polícia não informou quem são os envolvidos.

Segundo a PF, o nome da operação faz referência a nação dos Goyazes, que teria sido ludibriada pelo bandeirante Anhanguera.

Por causa da pandemia do novo coronavírus, a Polícia Federal disse que uma logística especial foi planejada para que a ação pudesse ser desenvolvida. Os policiais foram orientados sobre a prevenção e contágio da Covid-19 e receberam equipamentos de proteção individual. A intenção era preservar a saúde dos policiais, testemunhas e investigados.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui