Divulgação

Na manhã desta sexta-feira (6), a operação Alcofa da Polícia Federal realiza nas cidades de Pequizeiro e Colinas do Tocantins 12 mandados de busca e apreensão, a investigação busca conter os crimes eleitorais que vem ocorrendo nas regiões do estado.

A PF informou que tomou conhecimento da possível existência de atos que configurariam abuso de poder político e econômico na distribuição de cestas básicas, contratos de serviços com empresários locais e compra de apoio político. Os alvos não foram informados pela polícia.

As contratações, inclusive, teriam sido feitas em valores acima dos praticados no mercado. Para os investigadores, os atos estariam sendo utilizados para influenciar a eleição no município de Pequizeiro.

São 48 policiais cumprindo as ordens judiciais expedidas pela 16ª Zona Eleitoral de Colméia. Os investigados poderão responder pelos crimes de associação criminosa, compra de votos, lavagem de dinheiro e peculato.

O nome da operação “Alcofa” faz alusão ao vocábulo “cesta”, em referência a distribuição irregular de cestas básicas pelos candidatos.

Esta é a segunda operação realizada pela PF em dois dias para coibir crimes eleitorais. Nesta quinta-feira (5) buscas também foram realizadas na cidade de Centenário, onde dezenas de cestas básicas foram apreendidas pelos agentes. Os alimentos, supostamente, seriam distribuídos para a população em troca de apoio político.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui