Divulgação

A Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira (4) um homem de 40 anos como suspeito de um assassinato registrado na zona rural de Palmas em janeiro de 2019. Na época do crime, o homem prestou depoimento e de acordo com a polícia ele havia confessado os disparos, mas alegado legítima defesa. O laudo pericial do caso apontou que a versão não teria como ser verdadeira, já que a vítima foi executada com tiros na nuca. Os nomes da vítima e do suspeito não foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública.

As investigações apontam que quatro tiros foram disparados contra a vítima. O crime foi no loteamento Serra Bonita, na região de Taquaruçu Grande. De acordo com a perícia, não houve tempo para que o homem morto pudesse reagir. A motivação do crime também não foi divulgada.

O suspeito teve a prisão preventiva decretada pela Justiça. Ele era considerado foragido porque estava fora de Palmas, mas foi preso nesta quarta ao chegar na própria casa, na quadra 612 Sul. Após prestar depoimento na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa ele foi levado para a Casa de Prisão Provisória de Palmas.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui