Divulgação

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da 72ª Delegacia de Luzimangues, concluiu nesta segunda-feira, 9, as investigações a respeito de alguns crimes patrimoniais ocorridos no distrito durante o mês de janeiro de 2020.

De acordo com o delegado Fabrício Piassi, titular da 72ª DP e responsável pelos casos, as investigações apontaram o envolvimento de quatro pessoas, sendo três homens, um de 43 anos, um de 33 anos e outro de 34 anos, e uma mulher de 23 anos. Desse modo, dois dos envolvidos, especificamente os homens de 43 e 33 anos, foram indiciados pelos delitos de receptação, tendo o de 33 anos, inclusive, sido preso em flagrante delito pela Polícia Civil de Luzimangues, no dia 10 de janeiro de 2020.

Os outros dois envolvidos foram indiciados pela prática dos crimes de furto qualificado pela escalada, arrombamento e pelo concurso de pessoas. O homem de 34 anos está preso preventivamente, em Palmas, pelos crimes contra o patrimônio praticados em Luzimangues e também na Capital. A mulher não foi presa, sendo apenas indiciada.

Durante a investigação, vários objetos foram recuperados, apreendidos, periciados e devolvidos aos legítimos proprietários, dentre eles roupas destinadas à venda, joias, relógios, eletrodomésticos e aparelhos celulares. O inquérito policial foi encaminhado à justiça para oferecimento da ação penal pela Promotoria de Justiça.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui