Divulgação

A Polícia Civil do Tocantins, por meio 1ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (1ª DHPP) de Palmas, efetuou na tarde desta quinta-feira, 11, a prisão de dois suspeitos de um crime de latrocínio (roubo seguido de morte) ocorrido no dia 1º de Junho em uma propriedade rural na região Norte da Capital.

Com o apoio do Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE), a prisão dos dois suspeitos, de 24 anos de idade, foi efetuada pela equipe da 1ª DHPP de Palmas mediante a cumprimento de mandados de prisão temporária e de busca e apreensão na residência dos investigados.

Conforme o delegado adjunto da 1ª DHPP de Palmas, Luciano Cruz, o crime aconteceu às 19h30 do dia 1ª de Junho de 2020. Os suspeitos chegaram na propriedade, onde estavam o casal de proprietários e o caseiro. Durante a ação criminosa, o proprietário, de 53 anos, foi alvejado com três disparos de arma de fogo; a esposa da vítima conseguiu fugir e o caseiro se esconder.

Logo após a ação criminosa, os suspeitos fugiram no veículo de propriedade das vítimas, levando os objetos roubados. O veículo estava com pouco combustível e acabou sendo abandonado com os objetos roubados, com exceção de três pequenas joias e dois aparelhos celulares que os autores conseguiram levar.

Segundo o delegado Luciano Cruz, com a investigação foi possível descobrir os suspeitos e confirmar a identidade deles por meio do trabalho de identificação das digitais nos objetos roubados que foram deixados no veículo. “Com base nisso, representei pela prisão temporária dos suspeitos e de dois mandados de busca e apreensão”, explicou o Delegado.

Os suspeitos presos estão sendo ouvidos e, logo após, os procedimentos de praxe, serão conduzidos para a Casa de Prisão Provisória de Palmas, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui