Divulgação

Na noite desta terça-feira (5), foi realizada a votação da mesa diretora da Câmara de Vereadores de Gurupi. A chapa do vereador Rodrigo Maciel (PSL) foi eleita com oito votos. O grupo venceu a eleição anterior, mas a Justiça invalidou a votação por ter sido realizada após a sessão ser suspensa pelo presidente interino.

A polêmica na Câmara de Gurupi começou durante posse dos parlamentares e da prefeita eleita, no dia 1º de janeiro. A votação da mesa diretora deveria acontece no plenário da casa de leis, mas uma falta de energia fez o presidente interino suspender a sessão.

Apesar disso, o vereador Rodrigo Maciel realizou uma votação com outros sete vereadores e se elegeu para presidir a Câmara. Depois disso, o então presidente entrou na justiça e conseguiu uma liminar confirmando que a sessão estava suspensa e escolha da mesa diretora não poderia ter sido realizada.

A votação desta terça-feira (5) foi realizada no plenário da Câmara de Vereadores, como manda o regimento interno. A sessão começou por volta das 20h e a chapa de Rodrigo Maciel, considerada de oposição, foi eleita com oito votos. O grupo concorrente recebeu sete votos.

A mesa diretora vai comandar a Câmara de Gurupi pelos próximos dois anos. A diretoria é formada pelo presidente, vice, primeiro e segundo secretários, além de dois suplentes. Também foram escolhidos durante a sessão os membros das comissões de Orçamento, Constituição e Justiça.

Composição da mesa diretora para o biênio 2021/2022

  • Presidente: Rodrigo Meneses Maciel (PSL)
  • Vice-presidente: José Pereira da Silva (AVANTE)
  • 1ª Secretária: Marilis Fernandes Barros Chaves (PP)
  • 2º Secretário: Rodrigo Ferreira de Oliveira (PODE)
  • 1º Suplente: Colemar Pereira da Silva (PODE)
  • 2º Suplente: Matheus Monteiro da Silva (CIDADANIA)


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui