Divulgação

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou nessa segunda-feira, 13, o balanço sobre a primeira fase da 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que teve início no dia 23 de março em todos os municípios do Tocantins. O intuito da campanha é imunizar população contra o vírus Influenza, que causa a gripe.

A vacinação é dividida por etapas. A primeira fase teve como grupo prioritário – idosos e profissionais da saúde. Segundo balanço da SES, até o momento 89,21% dos idosos foram imunizados e 80,86% dos servidores da saúde.

A gerente de imunização do Estado, Elaine Dias, explica que as pessoas que correspondem a esta fase ainda podem ser vacinadas. “Os idosos e os profissionais da saúde que não foram imunizados, devem procurar as unidades básicas de saúde dos seus municípios para vacinar, pois há doses disponíveis”, esclarece.

A campanha de imunização foi antecipada em três semanas, após orientação do Ministério da Saúde, devido ao combate à Covid-19. A ideia é minimizar o impacto sobre os serviços de saúde.

Próximas etapas

A segunda fase da campanha terá início dia 16 de abril e irá imunizar profissionais das forças de segurança e salvamento; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade; caminhoneiros; profissionais de transporte coletivo (motoristas e cobradores) e trabalhadores portuários.

Ainda segundo Elaine Dias, “já demos orientações aos municípios para se organizarem de maneira que evitem aglomerações neste momento da Covid-19. Uma parte das vacinas já chegou (48 mil doses) e há previsão da chegada de mais 40 mil nos próximos dias. A distribuição aos municípios começa na próxima quarta-feira, 15”, destaca.

A última fase da imunização está prevista para iniciar no dia 9 de maio. Nesta etapa, serão vacinados professores das escolas públicas e privadas; crianças de seis meses a seis anos; gestantes; puérperas; povos indígenas; adultos de 55 a 59 anos de idade e pessoas com deficiência.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui