Divulgação

Na manhã de terça-feira, 11, o vereador Erivelton (PV) usou a tribuna na Câmara Municipal de Palmas para manifestar pesar pelas inúmeras vítimas da Covid-19, que tiveram suas vidas interrompidas devido a doença. O vereador que é coordenador da Frente Parlamentar de Enfrentamento à Covid-19, ressaltou seu esforço para defender os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) em Palmas.

Conforme Erivelton, nenhum dos encaminhamentos realizados pela Frente foram atendidos pela gestão. “É lamentável que os nossos relatórios e ofícios encaminhados ao Comitê de Crise, à Prefeita de Palmas, bem como ao MP e Defensoria, não tenham sido atendidos. Será que é por que não pertencemos ao grupo de sustentação à Prefeita na Casa de Leis?”, questionou.

Além disso, o vereador explicou que é possível pesquisar o histórico da atuação da Frente e constatar que todos os encaminhamentos realizados já eram necessários há meses atrás. “O povo de Palmas clama por um Hospital próprio de atendimento. Na rede municipal não há leitos, nem remédios e nenhum outro suporte para tratar de forma eficaz os cidadãos. Ninguém quer saber quem é culpado, Prefeitura ou Estado, o povo quer saber é quando as autoridades irão agir de fato e construir saídas para esta crise sanitária”, afirmou Erivelton.

Por fim, Erivelton explicou que a frente continuará aberta ao diálogo e a disposição para contribuir com o que for necessário no combate à Covid-19 na capital.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui