Divulgação

Nesta quinta-feira (5/11), o Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) realizou uma simulação de como será a votação, considerando as medidas de segurança que serão adotadas contra a Covid-19. O objetivo é treinar o mesário, para que ele se sinta ainda mais seguro para orientar os eleitores

Durante a votação simulada, mesários usaram máscaras e protetor facial, assim como acontecerá no dia 15 de novembro.

Cada seção eleitoral vai receber um eleitor por vez, que deve manter o distanciamento mínimo de um metro para a mesa da sessão eleitoral. A recomendação é que o cidadão leve a própria caneta para assinar o caderno de votação. O objetivo é evitar o compartilhamento de objetos.

“É obrigatório para o eleitor a utilização de máscara durante todo o processo eleitoral. O eleitor que não estiver usando máscara, não vai poder votar. É recomendado que ele traga a sua caneta para evitar contaminação”, explicou a chefe do cartório eleitoral de Palmas, Ana Cecília Catapan.

Esse ano, o eleitor também terá mais tempo para votar. “A votação foi estendida por uma hora. O horário preferencial para o grupo de risco é de 7h às 10h, não é um horário exclusivo, mas preferencial”, disse Ana Cecília.

Outra recomendação é que o eleitor diagnosticado com Covid-19, a partir do dia 1º de novembro, justifique o voto.

“A recomendação é que quem estiver com febre e quem foi diagnosticado com Covid a partir de 1º de novembro, deve ficar em isolamento social. Ele tem 60 dias para justificar o voto pelo site do TSE e pelo aplicativo e-Título. Ele vai apresentar resultado do exame, ou declaração do local onde ele foi atendido ou atestado médico”, explicou a coordenadora do centro médico do TRE, Meire Freire.

A recomendação é que o eleitor vá até a sessão eleitoral sozinho para não provocar aglomeração.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui