Um desentendimento entre jornalistas e entrevistados foi registrado ao vivo nesta terça-feira, no programa Cidade Alerta, da TV Record.

Durante a cobertura de um homicídio ocorrido em São Paulo, a família da vítima se revoltou contra a repórter Luiza Zanchetta e o apresentador Luiz Bacci, após o homem assassinado ser classificado pela reportagem como ‘agiota’.

Um dos filhos da vítima chegou a partir para cima da repórter e do cinegrafista. Sua outra filha, Amanda, foi entrevistada ao vivo e disparou contra a emissora.

Durante a discussão, a palavra ‘agiota’ foi substituída na legenda da matéria por ‘Josenildo’ e depois simplesmente por ‘homem’.

A prática de agiotagem ou usura é crime contra a economia popular previsto no art. 4º da Lei nº 1.521/1951. A pena estabelecida é detenção de seis meses a dois anos e multa.

Assista

https://www.youtube.com/watch?v=yFijLhEe76Y


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui